14 de agosto de 2013

O Amor que supera o ódio


Debaixo de uma luminária eu coloco meus pensamentos em um papel. Pensamentos que me rodeiam há algumas horas. Por que amar é complicado? Amar é um sentimento muito forte e profundo, assim como o ódio, só que ao contrário.
Amar é como viver com o estômago cheio de borboletas, tem gosto de sorvete com confete, tem sentido oposto ao ódio. Será que eu sou a única pessoa que, quando escreve, lê, escuta ou pronuncia essa palavra, imagina centenas de coisas ruins? Como um lugar todo escuro, cheio de coisas terríveis, onde qualquer pessoa corre o risco de se perder lá dentro, guardando amargura e rancor.


Amigos é algo gostoso de se fazer, ao contrário de inimigos, que só fazem coisas ruins para você. O bom da vida é saber que tem gente ao seu lado pro que der e vier e não gente que "ajuda" a piorar seus problemas.
Mas, por que amar continua sendo tão complicado, sendo que o ódio é quem traz a mágoa? Porque a partir do momento em que você ama alguém, você passa a não ser a única responsável por esse amor. O seu amor por esta pessoa varia de acordo com as atitudes dela. Ou não? Imagine que você ama muito alguém. Essa pessoa sabe e te esnoba. Uma hora você vai cansar dessas atitudes e seu amor vai variar automaticamente.
Amar não é complicado. Não se você amar alguém que realmente valha a pena, alguém que te ame também, Que, antes de ser seu namorado, seja seu amigo e queira a sua felicidade. O ódio não faz isso.

"Jamais, em todo o mundo, o ódio acabou com o ódio; o que acaba com o ódio é o amor." - Buda

2 comentários:

  1. O tanto que por amor sofremos vem do tão pouco que sobre amar sabemos.
    GK

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, até porque ninguém sabe ao certo o que é amar! Obrigada pela participação ;) Volte sempre!

      Excluir

Obrigada pela visita e por deixar o seu comentário! Volte sempre! <3

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...