10 de agosto de 2013

Bullying



Bullying é um assunto muito complicado de se falar. A partir do momento em que você passa a ser julgada por ser você e não se "encaixar em um determinado grupo" por ser diferente (todo mundo é diferente!), a vida parece não ter mais sentido. 
Escolhi "Bullying" como tema para o Post de hoje porque ouvi uma música que me fez refletir em tudo que já passei na vida. E Bullying estava entre um desses itens. 
Em 2010, eu mudei para uma escola mais próxima da minha casa. Ia cursar a sexta série e, logo na primeira semana de aula, comecei a sofrer bullying por ser gordinha, usar óculos e ser considerada "nerd". Sempre fui muito tímida, portanto, sempre tive dificuldade para fazer amizades. Isso foi acumulando e virou "motivo" para a prática da desgraça.
Todos olhavam para mim e riam, parecendo com uma cena daqueles filmes onde a personagem passa pela mesma situação com a qual eu estava convivendo.
Sempre gostei de estudar, ir à escola para encontrar com as amigas. Porém, depois dessa situação constrangedora, passei a ter medo do que eu iria sofrer quando voltasse àquele lugar. Todo dia, após a aula, eu ia até a minha casa chorando.
Minha mãe só percebeu a gravidade da situação quando criaram uma música pra mim. Ligou várias vezes para a escola, que não resolvia nada. Fomos várias vezes à diretoria (eu e as três meninas que zoavam comigo) e nada de resolver o problema.
O que eu fiz para resolver? Passei a parar de chorar (foi muito difícil, acredite!) e a ignorar, fingir que não era comigo, apesar de tudo quanto era zoação levar meu nome. E elas, percebendo que não me atingiam mais, pararam. Ou seja, a graça da coisa era se ofender.
Até hoje eu tenho problema com isso. Emagreci bastante (estou uns quatro quilos mais magra do que naquela época, o que para mim é muito!), mas toda vez que me chamam de "fofinha" a minha vontade é de sair correndo, mas eu finjo que não é comigo (de novo!).


Se você sofre Bullying, aí vai uma dica: converse com seus pais e conte tudo para eles, pois eles vão fazer de tudo para te ajudar! Eles te amam e não querem ver você triste.
Só vai começar a ter um pouco de paz no mundo, quando as pessoas aprenderem a respeitar todas as diferenças. As pessoas não tem que mudar para agradar ninguém. Elas têm que se sentir bem consigo mesma e não ser julgada por nenhuma escolha que fizerem.
O bullying mudou a minha vida. Me fortaleceu, mas nem todas as pessoas conseguem superar. Algumas se suicidam por concordarem com a opinião dos idiotas, outras se tornam assassinos para descontar a raiva que guardam há muito tempo... Bullying é uma coisa séria. Tem que ser tratado!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita e por deixar o seu comentário! Volte sempre! <3

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...